Monday, August 10, 2009

Aria para viver um grande amor.

Noventa e nove. Cheguei à nonagésima nona entrada no meu humilde blog e ele está mais às moscas do que nunca. Sinto muito pelo descuido, nao é por mal. Tampouco é por estar sem tempo, seria muito egoista da minha parte dizer isso. A verdade é que nao tem uma razao concreta, nao até onde eu sei. Mas nao se preucupem, estou me sentindo muito mais poético, com vontade de escrever uns versos.
A verdade é que tenho sentido uma leveza muito boa. Aproveitando que tem provas finais na faculdade esta semana pra pedir uns dias de estudos, honestamente, mais do que eu realmente precisava para poder ficar em casa à toa um pouco. E desenhar uns rabiscos.
Continuo com a enorme saudade que eu tenho de todos os amados e amadas. Nao podia se esperar nada diferente, nao importe o quanto eu esteja ocupado com meus projetos artisticos aquela velha e saudosa melâncolia permanece num canto da mente, nunca jogada inteiramente à escanteio. Comeco a realmente fazer custos e calcular quanto uma eventual escapada me custaria e quando poderia ir.
Enquanto isso sigo escutando religiosamente ao Vinícius meu de cada dia, imaginando umas cervejas entre amigos em alguma praia do rio num belo dia de sol.

3 comments:

Lili said...

não sei escrever poesias explicitas, mas eu gosto delas.

se vc não escrever, mas continuar desenhando, acho q vc ta mto bem. mto pior eu q não faço nem um nem outro.

Boo said...

colarei teus desenhos por aqui e te mando fotos. não pára de desenhar. nem de escrever.

André said...

as cervejas e as praias e a sua caminha estão aqui

mas se vc continuar escrever 'preucupados' no lugar de preOcupados, ai sim esse blog nunca vai bombar
hhahahahaa